Buraco de Ozono e Efeito Estufa… preocupante!

Abril 12, 2009 at 5:50 pm 1 comentário

ambiente2

 O tão falado ” BURACO DE OZONO” na Antárctica é um fenómeno sazonal e localizado na região do polar do Hemisfério Sul. Este fenómeno ocorre todos os anos desde a década de 1980 entre os meses de Agosto e Novembro em consequência da destruição massiva de ozono na estratosfera.  A camada de ozono existe com uma maior concentração entre 16 a 30 km de altitude, proporcionando-nos a cor azul do céu. É uma camada de gás rarefeita que ao nível do mar teria apenas 3 mm de espessura.  O ozono (O3) ( substância elementar gasosa bastante oxidante, azul pálida, muito venenosa, bastante instável e com um odor desagradável, que lembra lixívia), é  uma molécula constituída por 3 átomos de oxigénio, que tem a particularidade de absorver a radiação ultravioleta (UV) proveniente do Sol. Por esse facto, actua como um filtro que protege os seres vivos da radiação UV.

ambiente3

Um dos maiores factores para o aumento do “Buraco de Ozono” é a poluição que o Homem provoca. A utilização dos gases clorofluorcarbonetos, conhecidos por CFC’s, podem ser encontrados em tintas, desodorizantes em spray, lacas, artigos de refrigeração, espuma, ar condicionado e outros, concorrem para a destruição gradual da camada de ozono. Uma só molécula de cloro é capaz de destruir mil de ozono  e estas são relativamente escassas, apenas duas a oito partes por milhão nas altitudes onde existe a camada.  

Os óxidos de nitrogénio que são produzidos continuamente pelos veículos automóveis, são o principal factor poluente, contribuindo, como todos sabem, para os baixos índices de qualidade do ar nos centros urbanos. A destruição das produções agrícolas e das florestas é algo muito preocupante.

As substâncias que provocam a destruição da camada de ozono contribuem também para o efeito estufa.  A camada de ozono permite manter o balanço da temperatura na Terra. O aumento de exposição da superfície terrestre a raios UV pode alterar a circulação dos gases com efeito de estufa, aumentando o aquecimento global: prevê-se que o aumento dos UV suprima produção primária nas plantas terrestres e no fitoplâncton marinho, reduzindo a quantidade de dióxido de carbono que absorvem da atmosfera. 

Neste vídeo podem ver a evolução do buraco de ozono de 1979 a 2007. O buraco de ozono é visto a azul.

Anúncios

Entry filed under: Ambiente, Camada do Ozono, Nosso Planeta. Tags: .

Um Oceano de plástico… O BioRia vai ter Centro de Interpretação Ambiental

1 Comentário Add your own

  • 1. carla alves e deborah santos  |  Setembro 30, 2009 às 2:07 pm

    esse texto esteve mto interessante e ajudou-nos mto no nosso trabalho…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Abril 2009
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Visitas

  • 131,441

Comentários Recentes


%d bloggers like this: